Nesta terça-feira (14/02), a partir das 17h, artistas de diferentes estilos musicais sobem ao palco da Concha Acústica da UERJ, no Campus Maracanã, para um show coletivo em defesa da Universidade. O espetáculo contará com Leoni, Grupo Pé de Louro, Isabella Taviani, Teresa Cristina, Myllena, Paulão 7 Cordas e Ramon Araújo, Felipe Filósofo, Lucio Sanfilippo, André Grabois, André Jamaica, Clarice Magalhães, Dorina Barros, Eduardo Galloti, Elisa Addor, Ernesto Pires, Julieta Brandão, Marina Iris, Moysés Marques, Pedro Holanda, Pedro Miranda, Renata Jambeiro, Sidney Matos, Xandy Carvalho, Rita Benneditto, Katia Iunes, Luzia de Mendonça, Jesuton, Thaís Gulin, Coletivo Porangareté, APAFunk, MC Junior e MC Leonardo.

Durante a apresentação, serão recolhidos materiais de uso hospitalar para doação ao HUPE, Policlínica Piquet Carneiro e Posto de Enfermagem em Vila Dois Rios, Ilha Grande, que se encontram em dificuldades de funcionamento. Entre os itens mais necessários estão esparadrapo, atadura, luva de procedimento, gaze e soro fisiológico. Um ponto de coleta dos produtos será colocado próximo à Concha Acústica.

O Departamento de Seleção Acadêmica (DSEA) da Uerj anunciou uma série de mudanças no Vestibular Estadual, que já valerão para o ingresso em 2018. A principal delas é a cobrança de leitura prévia de livros de literatura. A exigência havia sido abandonada há algumas décadas no Rio de Janeiro, mas um estudo feito pelo setor concluiu que este fato provocou impacto negativo na habilidade de leitura dos estudantes.

Definidas a partir de uma consulta pública, as obras selecionadas foram: "Primeiras Estórias", de João Guimarães Rosa; "A hora da estrela", de Clarice Lispector, "Dom Casmurro", de Machado de Assis; "Morte e vida severina", de João Cabral de Melo Neto; e Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago. Cada um deles será abordado em uma etapa da seleção.

Outra alteração significativa é a separação da Redação da prova instrumental de Língua Portuguesa. Com isso, a produção textual receberá nota isolada e o candidato que tirar zero será eliminado.

Para facilitar a adaptação de escolas e estudantes ao novo modelo, no mês de março será oferecido um exame de qualificação simulado no site da Revista Eletrônica do Vestibular. Os interessados farão a prova on-line, com inscrição gratuita.

A cantora Luiza Sales se une ao pianista Pedro Carneiro Silva em uma apresentação especial no dia 9 de fevereiro, às 19h30, no Teatro Serrador, Centro do Rio. E alguns alunos e servidores da Uerj poderão assistir ao show gratuitamente! A produção disponibilizou 40 ingressos, que estão sendo distribuídos pelo Departamento Cultural. Para garantir o convite, é só passar na sala T-056, bloco F, das 10h às 18h, ou entrar em contato pelo telefone 2334-0252.

O Pré-Vestibular Social da Fundação Cecierj está com inscrições abertas até 16 de janeiro de 2017. São oferecidas 11.310 vagas, para os 52 polos de estudo, localizados em 36 municípios, beneficiando todas as regiões do Estado do Rio. O curso Social é voltado àqueles que desejam se preparar para ingressar na universidade e provas do ENEM e, em 2017, estarão no último ano do ensino médio ou já o tenham concluído. A escolha dos alunos é feita por meio de uma seleção socioeconômica. As aulas acontecerão de março a dezembro de 2017. Todo o curso é gratuito, incluindo o material didático.

Também estão abertas as inscrições para a seleção de tutores em 11 disciplinas, entre elas Português, Matemática, Biologia e História. O prazo vai até 6 de janeiro. Podem participar graduados e graduandos matriculados em qualquer período em instituições de ensino superior públicas ou privadas. As bolsas variam entre R$ 550,00 e R$ 825,00, dependendo do número de horas trabalhadas.

Os editais para alunos e tutores estão disponíveis no site www.cederj.edu.br/prevestibular.

O Conselho de Curadores da Uerj publicou nota aberta a respeito da grave situação enfrentada pela universidade e pelo Estado do Rio de Janeiro. O texto manifesta intenso repúdio ao tratamento das autoridades do Poder Executivo em relação às universidades estaduais e, em especial, à Uerj. Afirma que, em todo o ano de 2016 foi destinado à Universidade, para os serviços básicos de manutenção, como limpeza e segurança, o valor de aproximadamente 10 milhões de reais, de um total de mais 65 milhões necessários para atender à demanda contratada mínima. Segundo o Conselho, as dívidas se avolumam e somente não foi interrompida a energia elétrica nos campi por força de decisões judiciais liminares. E os fornecedores do Hospital Universitário Pedro Ernesto só têm sido pagos pelo Tesouro do Estado graças a arrestos judiciais. O texto diz ainda que, apesar da crise financeira e moral, os serviços públicos não podem parar e por isso permanece a esperança que a situação se amenize em 2017. O Conselho de Curadores é o órgão de fiscalização da execução orçamentária, financeira e patrimonial da Uerj.

O Ecomuseu Ilha Grande reabriu nesta quinta-feira (15) para visitação, depois de ficar fechado por nove meses por falta de recursos. Uma parceria entre a Uerj, a Fundação Parques e Jardins e a empresa Dell’Arte Soluções Culturais vai permitir a retomada das atividades do Museu do Cárcere, Parque Botânico, Museu do Meio Ambiente e Centro Multimídia. Como contrapartida, botânicos da Universidade estão fazendo um estudo nas árvores do Campo de Santana e do Passeio Público.

Para a reabertura, foi organizada uma nova mostra: “Conhecendo e divulgando a biodiversidade marinha da Ilha Grande”, no Museu do Cárcere. A exposição reúne cem fotos de diferentes espécies da região, com curadoria do biólogo marinho, Luis Skinner, professor do Departamento de Ciências da Faculdade de Formação de Professores (FFP). São algas, esponjas, vertebrados e invertebrados, somando um total de 300 registros. O material faz parte de pesquisa realizada por mais de quatro anos pelo grupo de docentes formado por Alexandre Pedrini, Alexandra Rizzo, Eduardo Esteves e Gisele Hajdu (IBRAG/UERJ), André Breves (UFRJ), além de Luis Skinner, coordenador do projeto.

Os núcleos do Ecomuseu Ilha Grande funcionam de terça a domingo, das 10h às 16h. O endereço é Rua Amapá, s/nº, Vila Dois Rios. Para chegar ao vilarejo, é preciso pegar uma trilha de 11km que faz a ligação de Abraão ao local.

Estão abertas até 11 de janeiro as inscrições para a Especialização em Pesquisa de Mercado e Opinião Pública. O curso é destinado a graduados plenos em Comunicação Social e áreas afins. Os interessados devem se inscrever de segunda a quarta-feira, das 15 às 19h, na Secretaria de Pós Graduação da Faculdade de Comunicação Social, sala 10.129, 10º andar do Campus Maracanã. O edital do processo seletivo está disponível em www.uerj.br/especializacao.php. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 2334-0300.

Estão disponíveis no site do Vestibular Estadual 2017 os cartões de confirmação dos candidatos que se inscreveram para a última etapa da seleção, marcada para este domingo, 11 de dezembro. A apresentação do documento impresso é obrigatória nos locais de prova, assim como documento de identidade oficial com foto. Também deve ser levada caneta esferográfica de corpo transparente. O exame discursivo será realizado das 9h às 14h, em diversos municípios do Rio de Janeiro. A recomendação é chegar com uma hora de antecedência. Os candidatos deverão elaborar uma redação e responder duas provas discursivas específicas relacionadas ao curso escolhido. As notas serão divulgadas no dia 23 de dezembro, podendo os candidatos solicitarem revisão entre os dias 26 e 28 do mesmo mês.