Conselho Universitário aprova moção de repúdio ao impeachment de Dilma Rousseff

Os membros dos Conselho Universitário (CONSUN) aprovaram, na sessão de sexta-feira (02), uma moção contra ao impeachment de Dilma Rousseff. A presidente, acusada de crime de responsabilidade fiscal, perdeu o cargo após votação no Senado na última quarta-feira (31). No texto, intitulado "Moção de repúdio ao golpe contra a democracia em nosso país", estudantes, técnicos e professores se posicionaram contra a decisão dos parlamentares. O texto diz que houve um ataque à democracia, "construída duramente na luta dos movimentos sociais". Os membros do CONSUN também ressaltam a rejeição a qualquer proposta de reforma do Estado que implique perda de direitos trabalhistas, privatização de serviços públicos e a perda de recursos constitucionais destinados às políticas sociais. Finalizam dizendo que o afastamento da presidente desrespeitou frontalmente a Constituição Federal.

Leia o documento na íntegra.

Uerj Sem Muros é adiada para abril de 2017

A 27ª edição da Uerj Sem Muros foi adiada mais uma vez.Tradicionalmente realizado no mês de setembro, o evento havia sido transferido para novembro e agora foi marcado para os dias 24 a 28 de abril de 2017. A medida foi tomada pela Administração Central em virtude do período de cinco meses de greve, somado ao recesso olímpico, que fez com que o primeiro semestre letivo de 2016 começasse somente na última segunda-feira, dia 29. O prazo de inscrições dos projetos, que seria de 1º a 23 de setembro, foi cancelado e ainda não tem novas datas definidas. A Uerj Sem Muros é um evento que mobiliza toda a Universidade durante uma semana, para apresentar à sociedade a produção acadêmica nas diversas áreas do conhecimento, envolvendo pesquisa, ensino, extensão e cultura.

CAp-Uerj abre inscrições para 1º e 6º anos do fundamental

O Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp-Uerj) abriu inscrições para o processo seletivo 2017, que se destina a preenchimento de vagas no ensino fundamental. Para ingresso no primeiro ano, a criança deve ter nascido entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2011, e a seleção será feita por sorteio público no dia 8 de novembro. Já para o sexto ano, é preciso ter nascido a partir de 1º de janeiro de 2004 e estar concluindo ou já ter concluído o quinto ano. Estes candidatos farão prova de matemática, português e redação no dia 13 de novembro. São 60 vagas para cada uma das séries. Os responsáveis devem fazer as inscrições até o dia 29 de setembro, pelo site www.cap2017.uerj.br.

Instituto de Psicologia promove seminário sobre migração e sexualidade, com debates e a exposição "Vidas refugiadas"

O Instituto de Psicologia da Uerj promove na próxima semana as jornadas "Subjetividades em batalha, territórios em guerra: geopolítica, sexualidade, migração e violência". O evento acontece nos dias 5 e 6 de setembro, no auditório 91, 9º andar, bloco F, aqui no Campus Maracanã. O objetivo do encontro é criar um espaço de discussão sobre migração e sexualidade, integrando diversas unidades acadêmicas da Universidade, bem como pesquisadores e profissionais diversos da comunidade externa que se debruçam sobre tais temáticas. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no local. Durante o evento, o hall em frente ao auditório recebe a exposição "Vidas Refugiadas", com fotografias de Victor Moryama e curadoria de Gabriela Ferraz. A mostra, que traz ao público uma reflexão sobre a adaptação de mulheres refugiadas à vida no Brasil, poderá ser visitada das 8h às 21h.

Aulas da UnATI começam na próxima semana

Com o término da greve na Uerj, a direção da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) fixou o calendário das aulas dos cursos que serão oferecidos aos idosos em 2016. O início do ano letivo ficou marcado para a próxima segunda-feira, 5 de setembro. Os alunos que se inscreveram em dezembro de 2015, que foram contemplados nas categorias de sorteio e ordem de chegada, não precisarão fazer nova matrícula, já que as suas vagas foram mantidas. Mas, devido à saída de alguns professores, alguns cursos não serão mais oferecidos, entre eles: Passos seguros para a terceira idade, Orientação postural, Prevenção de quedas, Oficina da memória, Oficina de leitura, Xadrez e Produção e apresentação para TV. Como acontece em todo início do ano letivo, antes de se dirigirem às aulas, os alunos deverão checar no mural da secretaria da UnATI, localizado no 10º andar - bloco F, a relação horários e salas de cada turma.

Reitor Ruy Garcia Marques passará por cirurgia no coração

Em nota divulgada ontem, a Administração Central da Uerj negou que o reitor da Universidade, Ruy Garcia Marques, tenha sofrido um infarto, como foi divulgado em algumas redes sociais. No entanto, o professor, que também é médico-cirurgião, realmente apresenta problemas cardíacos. Em exames de rotina, ele teve diagnosticado um estreitamento da válvula aórtica, conhecido como estenose aórtica. A substituição dessa válvula precisa ser feita por cirurgia. De acordo com a nota, a operação no coração do reitor deve ser realizada nos próximos dias.

Alerj vota projeto de lei que impede negativação de servidores

Após fechamento por 30 dias, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), retoma os trabalhos nesta quinta-feira. Na pauta, está o projeto de lei 1.839/2016, que proíbe a negativação do nome de servidores estaduais que têm empréstimo consignado, devido a atraso de pagamento por parte do governo. A votação será em segunda discussão, já que o texto foi analisado e aprovado antes do recesso parlamentar. De autoria do líder do governo na Casa, deputado Edson Albertassi (PMDB), o projeto foi elaborado em meio à crise fiscal do estado, que não vem pagando os consignados em dia. Enquanto os servidores são descontados em folha mensalmente pelos bancos devido ao empréstimo, o estado atrasou o repasse de algumas parcelas. Com isso, servidores foram comunicados sobre o "débito" pelas instituições, que chegaram a ameaçar fazer uma cobrança extra. Se for aprovado, o projeto vai para sanção do governador.

Fasp cobra na Justiça pagamento dos salários até terceiro dia útil

A Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp) entrou ontem (29) na Justiça com pedido de busca e apreensão das informações referentes à folha salarial do funcionalismo. A medida tem como objetivo viabilizar, posteriormente, o arresto das contas do governo para o crédito dos vencimentos de agosto ainda no terceiro dia útil de setembro, que cai no dia 5. Em julho, uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) foi favorável à ação que a entidade ajuizou para garantir os depósitos neste período. O Estado, que vinha pagando os salários no décimo dia útil do mês desde março, recorreu da decisão, mas perdeu. Em agosto, o Tribunal de Justiça determinou o arresto de contas no dia 8, para pagar a todos os funcionários que ainda não haviam recebido.