Promoção O Banquete – Rádio Uerj na 28ª Uerj Sem Muros

O juiz Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, da 8ª Vara de Fazenda Pública, ordenou o arresto imediato de R$ 1,5 bilhão das contas do governo do Estado. A decisão concede a tutela antecipada pedida pela Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp) para o pagamento de todos os servidores estaduais, sejam ativos ou inativos. A ordem foi expedida no início da tarde desta segunda-feira e será encaminhada para cumprimento pelos oficiais de justiça. Segundo informações divulgadas pelo jornal Extra, a Fasp já recebeu da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) os dados sobre as contas dos mais de 460 mil funcionários públicos do estado, para que o repasse seja feito a eles até o fim da noite. A decisão da Justiça antecipa, desta forma, o pagamento dos servidores, marcado para o 10º dia útil. Até semana passada o governo ainda não tinha garantido que os depósitos seriam feitos no dia 13.

O Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio completa 90 anos nesta sexta-feira (6). Para celebrar a data, o plenário, onde no dia a dia os deputados votam leis e discutem projetos, será aberto ao público para assistir à peça "Tiradentes, um Palácio de Histórias", escrita e estrelada pelo historiador Milton Teixeira, acompanhado de seis atores do grupo teatral O Corsário Carioca. O espetáculo tem duração de 45 minutos e faz um breve passeio pela história do Palácio, com destaque para Tiradentes e seu traidor, Joaquim Silvério dos Reis, passando ainda por Getúlio Vargas, Luiz Carlos Prestes, Carlos Lacerda e a primeira deputada mulher do Brasil, Carlota Pereira de Queirós. O Palácio Tiradentes foi inaugurado em 1926 para abrigar a Câmara dos Deputados, que ficou ali até Brasília virar capital, em 1960. Antes, funcionou no terreno a Cadeia Velha, inaugurada em 1640, onde Tiradentes ficou preso por três anos até ser executado, em 1792. A peça será encenada hoje, às 19h, e no sábado (8), às 15h. A entrada é franca e o plenário tem capacidade para 450 pessoas. Recomenda-se chegar uma hora antes para pegar senha na porta.

Hoje tem “COART às sextas”, evento gratuito que mescla música e dança. Nesta segunda edição, a professora Daniela Nistra comanda um aulão de dança de salão, com acompanhamento no teclado do maestro Ernani Marones, tocando especialmente bossa nova e foxtrote. O encontro é aberto ao público, das 18h30 às 21h30, no Centro Cultural da Uerj, no Campus Maracanã. Serão emitidos comprovantes de participação aos alunos de graduação presentes. Outras informações pelo telefone 2334-0625.

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) deu nesta quinta-feira ajuda a oito órgãos e programas que estão com atividades comprometidas. Doações que totalizam R$ 16 milhões foram feitas em caráter emergencial, depois de aprovadas em reunião da Mesa Diretora no último dia 19 de abril. A verba sai do orçamento da casa, que há mais de um ano tem cortado despesas, originando uma economia de R$ 169 milhões. A Secretaria de Segurança recebeu um cheque de R$ 3,5 milhões para custear a alimentação de alunos e professores do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PMERJ, cujos cursos tiveram a carga horária cortada em 50% devido à redução na comida. Também foi beneficiado, com doação R$ 2 milhões, o Instituto Estadual de Hematologia (Hemorio), que paralisou por algum tempo a coleta de sangue por falta de insumos e medicamentos. A Fundação da Infância e Adolescência (FIA) e o Programa Rio Sem Homofobia receberam, cada um, R$ 2 milhões. A Universidade do Estado da Zona Oeste (UEZO) recebeu R$ 1,5 milhão para evitar a paralisação das atividades. Também a Secretaria de Esporte, a Secretaria de Prevenção à Dependência Química e o Conselho Estadual de Direitos da Mulher receberam doações na cerimônia realizada na tarde de ontem na Assembleia Legislativa.

O Procon Estadual promove, nesta sexta-feira (06), o mutirão de atendimento "Coração de Mãe", em referência ao Dia das Mães, que acontece no próximo domingo. Na tenda montada no Largo da Carioca, no Centro, os consumidores terão a oportunidade de renegociar dívidas e resolver outros problemas ligados às relações de consumo com 19 empresas, entre elas operadoras de telefonia, internet e TV por assinatura, bancos, lojas e concessionárias de serviços públicos. O Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio) também estará no local, oferecendo consultas gratuitas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). O consumidor que quiser aproveitar o mutirão deve levar seus documentos pessoais e os comprovantes das compras ou contas que mostrem o problema que ele precisa resolver.O atendimento será feito das 9h às 17h.

Até o próximo domingo, a Escola de Comunicação da UFRJ, no Campus da Praia Vermelha, recebe a SIQ - Semana Internacional de Quadrinhos. O evento reúne pesquisadores, estudiosos, e apaixonados pelas histórias do gênero no Brasil e no mundo. São palestras, oficinas e mesas de debate com convidados imperdíveis. Um dos destaques é o inglês David Lloyd, desenhista da graphic novel V de Vingança, que bate um papo com a plateia no domingo, às 17h30. Antes dele, marcam presença nomes como Aroeira, Chico Caruso, Lorena Kaz, Ana Recalde, Cris Peter, Paulo Sgarbi, Salvador Sanz, Waldomiro Vergueiro e Ziraldo, entre outros. O público também poderá conferir no local uma feira de quadrinhos com editoras do segmento e artistas independentes. O campus fica na Avenida Pasteur, 250, e a programação completa do evento está disponível no site siq2016.blogspot.com.br.

O Serviço de Hemoterapia do Hospital Universitário Pedro Ernesto informa que os estoques de sangue estão em níveis críticos, com risco de cancelamento de cirurgias. Por isso, solicita com urgência o comparecimento de doadores ao local. Podem doar pessoas de 16 a 69 anos, com peso mínimo de 50 quilos e bom estado de saúde. Também é recomendável evitar alimentos gordurosos até quatro horas antes da doação. O banco de sangue fica no Boulevard 28 de Setembro, 109, em Vila Isabel, e funciona das 8h às 12h. O telefone de contato é 2868-8134.

A mostra "O Rio de Janeiro continua índio" foi prorrogada até o dia 27 de maio, no Salão 1 do Centro Cultural da UERJ. A exposição, que tem curadoria de Carlos Augusto da Rocha Freire e José Ribamar Bessa Freire, conta a história de diversos povos indígenas do Rio de Janeiro, apresentando ao público a influência ancestral deixada por eles no modo de ser carioca. A visitação é das 11h30 às 18h30, de segunda a sexta-feira. Entrada franca!