Vestibular Estadual volta a ter lista de livros obrigatórios

O Departamento de Seleção Acadêmica (DSEA) da Uerj anunciou uma série de mudanças no Vestibular Estadual, que já valerão para o ingresso em 2018. A principal delas é a cobrança de leitura prévia de livros de literatura. A exigência havia sido abandonada há algumas décadas no Rio de Janeiro, mas um estudo feito pelo setor concluiu que este fato provocou impacto negativo na habilidade de leitura dos estudantes.

Definidas a partir de uma consulta pública, as obras selecionadas foram: "Primeiras Estórias", de João Guimarães Rosa; "A hora da estrela", de Clarice Lispector, "Dom Casmurro", de Machado de Assis; "Morte e vida severina", de João Cabral de Melo Neto; e Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago. Cada um deles será abordado em uma etapa da seleção.

Outra alteração significativa é a separação da Redação da prova instrumental de Língua Portuguesa. Com isso, a produção textual receberá nota isolada e o candidato que tirar zero será eliminado.

Para facilitar a adaptação de escolas e estudantes ao novo modelo, no mês de março será oferecido um exame de qualificação simulado no site da Revista Eletrônica do Vestibular. Os interessados farão a prova on-line, com inscrição gratuita.